Pernambuco

VÍDEO: Cobra gigante aparece no lago de porto nacional e impressiona internautas

video:-cobra-gigante-aparece-no-lago-de-porto-nacional-e-impressiona-internautas
VÍDEO: Cobra gigante aparece no lago de porto nacional e impressiona internautas
sucuri 1

” data-image-caption data-medium-file=”https://i0.wp.com/pernambuconoticias.com.br/wp-content/uploads/2024/07/sucuri-1.png?fit=600%2C389&ssl=1″ data-large-file=”https://i0.wp.com/pernambuconoticias.com.br/wp-content/uploads/2024/07/sucuri-1.png?fit=696%2C451&ssl=1″ tabindex=”0″ role=”button” src=”https://i0.wp.com/pernambuconoticias.com.br/wp-content/uploads/2024/07/sucuri-1.png?resize=696%2C451&ssl=1″ alt=”sucuri 1″ data-recalc-dims=”1″>

Porto Nacional, Tocantins, 2 de julho de 2024 – Imagens de uma cobra gigante boiando no Lago de Porto Nacional, localizado no Rio Tocantins, têm circulado nas redes sociais e chamado a atenção dos internautas. O registro, feito neste final de semana, mostra uma sucuri-verde de grande porte já morta.

O vídeo foi capturado pelo empresário Agnaldo Teles Barbosa, que brincou com a situação ao comentar: “Olha aí, para quem gosta de se banhar no lago”. A sucuri-verde, identificada nas imagens, é conhecida por ser a maior entre as sucuris e pode alcançar até sete metros de comprimento. Esses répteis habitam pântanos, rios e lagoas, sendo comuns na região Norte do Brasil, mas também presentes em cerca de 20 estados brasileiros.

Apesar de seu tamanho impressionante e aparência assustadora, a sucuri-verde não é venenosa. No entanto, utiliza sua força e tamanho para capturar suas presas. Além da sucuri-verde, o Brasil também é lar das sucuris-malhada e sucuris-amarela.

O aparecimento da cobra no lago gerou muitos comentários nas redes sociais, com pessoas expressando tanto fascínio quanto preocupação. “É incrível ver um animal desse porte, mas ao mesmo tempo assusta pensar que poderia estar nadando perto de nós”, comentou um usuário.

As autoridades locais ainda não se pronunciaram sobre o incidente, mas é provável que a cobra tenha sido vítima de algum predador ou condição ambiental adversa. Especialistas lembram que é importante respeitar o habitat natural desses animais e manter a distância para evitar acidentes.

Fonte: pernambuconoticias.com.br

Tags