Pernambuco

Vereador André Maio Polemiza e Compara Curso de Medicina da AESET de Serra Talhada a “Pega na Rua”

vereador-andre-maio-polemiza-e-compara-curso-de-medicina-da-aeset-de-serra-talhada-a-“pega-na-rua”
Vereador André Maio Polemiza e Compara Curso de Medicina da AESET de Serra Talhada a “Pega na Rua”

Em uma sessão polêmica da Câmara Municipal, o vereador André Maio gerou controvérsia ao criticar a organização do novo curso de Medicina da Autarquia Educacional de Serra Talhada (AESET). Maio comparou a preparação do curso a um “pega na rua”, expressando preocupações sobre a falta de estrutura e planejamento adequado para iniciar as aulas em julho.

“Primeiramente, quero parabenizar o município de Serra Talhada pela conquista da faculdade de Medicina, um curso de grande importância para toda a região do Sertão e Pajeú. Porém, discordei de uma situação específica durante a visita dos gestores Cosme e Damião,” declarou o vereador. “Eles informaram que o curso de Medicina vai começar em julho, com mensalidades que chegam a R$ 8 mil. Embora isso seja um avanço, me preocupa a falta de médicos contratados e a ausência de um processo licitatório até o momento.”

Maio comparou a situação à improvisação de uma partida de futebol, destacando a complexidade e responsabilidade envolvidas na formação de médicos. “Estamos falando de ensinar a cuidar das pessoas e salvar vidas. Não é algo que se organiza de uma hora para outra. Minha preocupação é que a qualidade do curso seja comprometida,” acrescentou.

Diretor da AESET, Damião Medeiros, Responde às Críticas

Em resposta às declarações de André Maio, o diretor da AESET, Damião Medeiros, esclareceu os pontos levantados pelo vereador e garantiu que o curso de Medicina será implementado com responsabilidade e excelência.

“Há alguns equívocos na fala do vereador. O curso não inicia em julho, mas sim o vestibular. As aulas começam em agosto, e esse intervalo é suficiente para organizar todos os detalhes faltantes,” explicou Medeiros. “O projeto do curso de Medicina foi aprovado pelo Conselho Estadual de Pernambuco como um dos melhores do estado, servindo de modelo para outras instituições.”

Medeiros também abordou a preocupação com os valores oferecidos aos professores, destacando que a AESET tem um programa de valorização dos docentes, incluindo bolsas de pesquisa. “Estamos comprometidos em oferecer salários significativos e atrair professores de excelente qualidade, que farão a diferença na formação dos futuros médicos da região,” afirmou.

Fonte: vilabelaonline.com