Pernambuco

Homem atira na testa de garota de programa após ela cobrar pensão alimentícia

homem-atira-na-testa-de-garota-de-programa-apos-ela-cobrar-pensao-alimenticia
Homem atira na testa de garota de programa após ela cobrar pensão alimentícia
whatsapp image 2024 06 24 at 095027

” data-image-caption data-medium-file=”https://i0.wp.com/pernambuconoticias.com.br/wp-content/uploads/2024/06/whatsapp-image-2024-06-24-at-095027.jpeg?fit=600%2C338&ssl=1″ data-large-file=”https://i0.wp.com/pernambuconoticias.com.br/wp-content/uploads/2024/06/whatsapp-image-2024-06-24-at-095027.jpeg?fit=696%2C392&ssl=1″ src=”https://i0.wp.com/pernambuconoticias.com.br/wp-content/uploads/2024/06/whatsapp-image-2024-06-24-at-095027.jpeg?resize=696%2C392&ssl=1″ alt=”whatsapp image 2024 06 24 at 095027″ data-recalc-dims=”1″>

Jovem da foto é Jennifer Gimenes Monserroti / Reprodução/Rede social

Uma jovem de 27 anos, que trabalha como garota de programa, levou um tiro de raspão na testa após ela cobrar pensão alimentícia de um idoso de 61 anos, identificado como Eurípedes Ferreira Andrade, que teria contratado programa dela e uma amiga.

A sobrevivente viu a amiga dela, Jenifer Gimenes (foto), 22 anos, ser assassinada com tiros de espingarda, também efetuados pelo idoso. A garota de programa se fingiu de morta e depois fugiu por uma área rural de São Gabriel do Oeste, interior do Mato Grosso do Sul.

A garota de programa teve um relacionamento com o idoso e ficou grávida. Hoje a criança tem 2 anos e não foi registrada com o nome do pai. A cobrança da pensão teria sido o motivo pelo qual o idoso ficou com raiva e atirou nas duas mulheres.

O idoso foi preso em flagrante e responderá por homicídio e tentativa de homicídio, além de ocultação de cadáver, fraude processual e violência doméstica. A sobrevivente continua internada e com vários hematomas pelo corpo. O crime aconteceu no último domingo (23), mas a prisão do suspeito ocorreu segunda (24). O acusado levou o corpo da vítima para uma mata fechada. A arma de fogo foi encontrada, assim como os aparelhos celulares das vítimas.

Fonte: pernambuconoticias.com.br

Tags