Pernambuco

Após paciente morrer durante limpeza de pele, ANVISA proíbe uso de FENOL no Brasil

apos-paciente-morrer-durante-limpeza-de-pele,-anvisa-proibe-uso-de-fenol-no-brasil
Após paciente morrer durante limpeza de pele, ANVISA proíbe uso de FENOL no Brasil
imagem de ilustracao 2 2

” data-image-caption data-medium-file=”https://i0.wp.com/pernambuconoticias.com.br/wp-content/uploads/2024/06/imagem-de-ilustracao-2-2.png?fit=600%2C400&ssl=1″ data-large-file=”https://i0.wp.com/pernambuconoticias.com.br/wp-content/uploads/2024/06/imagem-de-ilustracao-2-2.png?fit=696%2C464&ssl=1″ src=”https://i0.wp.com/pernambuconoticias.com.br/wp-content/uploads/2024/06/imagem-de-ilustracao-2-2.png?resize=696%2C464&ssl=1″ alt=”imagem de ilustracao 2 2″ data-recalc-dims=”1″>

Foto: Reprodução

A ANVISA proibiu o uso de FENOL no Brasil. A decisão foi publicada nesta terça-feira (25). A resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária impede a importação, fabricação, manipulação, comercialização, propaganda e uso de prontos à base de FENOL.

O CREMESP – Conselho Regional de Medicina de São Paulo – entrou com um pedido na justiça federal para não autorizar a venda de substâncias químicas à base de fenol para que não for médico.

Ganhou destaque na mídia a morte do empresário Henrique Silva Chagas (foto) após passar por procedimento de peeling de fenol. A ocorrência fatal foi registrada em São Paulo. O empresário passou por limpeza de pele com raspagem e uso de composto orgânico à base de fenol. O SAMU foi acionado após o paciente passar mal, mas no local os socorristas já encontram Henrique morto.

Fonte: pernambuconoticias.com.br

Tags