Nil Junior

Sétima edição do Xerém Cultural ocorre em Afogados da Ingazeira 

setima-edicao-do-xerem-cultural-ocorre-em-afogados-da-ingazeira 
Sétima edição do Xerém Cultural ocorre em Afogados da Ingazeira 

Integrado ao projeto In-formação, o festival reunirá diferentes linguagens artísticas, como teatro, cinema e música, e ocupará a Estação Ferroviária da Cidade; atividades são todas gratuitas e a ação tem Incentivo do Funcultura

De 4 a 7 de julho a cidade de Afogados da Ingazeira, no Sertão do Pajeú, receberá a sétima edição do projeto Xerém Cultural. Tradicionalmente feito no bairro Borges, periferia da cidade, na edição de 2024 o evento será realizado, também, na Estação Ferroviária da cidade, numa tentativa de ocupar o espaço até então semi-abandonado com cultura e arte. 

Espetáculos teatrais, shows, oficinas e bate papos / formações compõem as atividades desse ano – atividades essas que integram os projetos In-formação e Cineclube Cinecultural. A realização do festival tem assinatura do produtor cultural Lucio Vinicius, através da Xerém Produções e Sagaz Produções, além de apoio da Pajeú Filmes, HidroEletro Energia Solar e Prefeitura de Afogados da Ingazeira. O incentivo é do Funcultura / Governo do Estado através dos projetos  In-formação e Cinecultural.

“Para 2024 imaginamos um Xerém grande e diverso, daí ocupar o bairro Borges em três localidades: próximo à capela, na associação de moradores e na antiga estação ferroviária. Graças à integração dos projetos, conseguimos uma programação diversa, de atividades formativas a shows, além de cinema e teatro. É a maior edição da história”, detalha Lúciio Vinicius.

A programação, completamente gratuita, começa na noite da quinta, 4/7, na Associação de Moradores do Borges (Rua Antonio Simao do Nascimento, 15), com as exibições do filmes que compõem o Cinecultural a partir das 19h.

Já na sexta, 5/7, as ações se concentram na Rua Antônio Simão, próximo à capela do Borges: espetáculos “Trovoada vem aí” às 16h (teatro) e “Arte em movimento” às 17h (dança). As apresentações serão ao ar livre mas haverá cadeiras para os espectadores.

No sábado, 6/7, estão previstos shows e oficinas: às 14h na Associação de Moradores (Rua Antonio Simao do Nascimento, 15) tem início a Oficina de teatro com o ator Yan Vinicius (ainda há vagas para alunos que queiram se inscrever durante a oficina); e às 19h, na Estação Ferroviária, shows dos grupos de cultura popular “Samba de Coco Cachoeira da Onça” e “Banda de Pífano Cultura do Meu Saber”, ambos de Custódia (PE). Às 20h a música eletrônica com elementos regionais tomam conta da pista com as apresentações de Gleidson Nascimento (PB), Txalira (PE) e Luana Flores (PB).

Domingo, 7/7, encerrando o Festival, terá início às 8h a Oficina de Teatro com o ator Yan Vinicius (na Associação de Moradores / Rua Antonio Simao do Nascimento, 15). Depois, na Estação Ferroviária, terá Roda de Diálogo com a produtora e cineasta Bruna Tavares a partir das 16h e às 19h shows com o Grupo de Coco Negras e Negros do Leitão, Bella Brito discotecando e a noite sendo encerrada com o forró de Carla Sertão.

ARTES INTEGRADAS E FUTURO DA CULTURA

“A gente está vivendo um momento de efervescência e valorização na cultura, depois de grandes ameaças nos últimos anos. Acho que esse é um momento de ampliar o espaço às artes, dar voz a Mestras e Mestres que estão ao nosso redor mas nem sempre ouvimos a eles. É tempo de fortalecer a cultura, porque sem cultura não somos nada”, sentencia Luciio, produtor do evento.

Todos as ações do Xerem Cultural são gratuitas e podem ser acessadas por qualquer pessoa, basta comparecer aos locais das ações: Cineclube e Oficina de teatro na Associação de Moradores, espetáculos de teatro e dança na Rua Antônio Simão, próximo à capela do Borges; e bate papo com Bruna Tavares e shows na Estação Ferroviária da Cidade.

Mais informações e opções de contato estão disponíveis no instagram @xerem.cultural ou @in_formacaoo.  

O Festival Xerém Cultural, Cineclube Cinecultural e In-Formação têm incentivo do Funcultura e Governo do Estado de Pernambuco, através da Secretaria de Cultura. Sagaz Produções, HidroEletro Energia Solar, Pajeú Filmes e Prefeitura de Afogados da Ingazeira completam o apoio. Realização: Xerém Produções.

Fonte: nilljunior.com.br