Nil Junior

Pernambuco recebe 72 mil doses de vacina contra a dengue

pernambuco-recebe-72-mil-doses-de-vacina-contra-a-dengue
Pernambuco recebe 72 mil doses de vacina contra a dengue

A Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco (SES-PE) recebeu uma importante remessa de 72.020 doses de vacina contra a dengue, enviadas pelo Ministério da Saúde. Essa é a terceira remessa nacional disponibilizada pelo Governo Federal, com o objetivo de expandir a vacinação para novas regiões do país.

A distribuição das doses abrangerá 20 municípios da I Regional de Saúde do Estado (I Geres), com início previsto para a próxima segunda-feira (8). A estratégia de imunização será conduzida de acordo com a organização e a gestão de saúde de cada município contemplado.

Neste primeiro momento, o público-alvo da vacinação são crianças entre 10 e 11 anos. O Programa Estadual de Imunizações (PEI-PE) direcionou a primeira dose (D1) para essa faixa etária, visando ampliar o acesso ao imunobiológico. Essa decisão foi tomada considerando a quantidade limitada de doses recebidas nesta primeira remessa.

A secretária estadual da Saúde, Zilda Cavalcanti, destacou a importância dessa parceria com o Ministério da Saúde e o reconhecimento do papel de Pernambuco na rede nacional de prevenção às arboviroses. Ela ressaltou que as crianças de 10 e 11 anos nos municípios selecionados devem procurar os postos de saúde para receber a vacina.

As cidades contempladas com a vacinação contra a dengue são:Recife; Paulista; Jaboatão dos Guararapes; Vitória de Santo Antão; Cabo de Santo Agostinho; Igarassu; Camaragibe; Abreu e Lima; Olinda; Chã Grande; Araçoiaba; São Lourenço da Mata; Chã de Alegria; Moreno; Ilha de Itamaracá; Ipojuca; Glória do Goitá; Fernando de Noronha; Pombos; Itapissuma.

Ainda não há previsão para o início da vacinação contra a dengue nas cidades do interior do estado. O Ministério da Saúde considerou áreas com municípios de grande porte e alta transmissão da dengue nos últimos dez anos, bem como população residente igual ou superior a 100 mil habitantes, ao definir a estratégia de distribuição do imunizante.

Fonte: nilljunior.com.br