Caruaru

Vergonha na gestão em Riacho das Almas: SISMURIACHO Convoca Paralisação dos  Servidores Públicos em Protesto por Direitos Descumpridos

vergonha-na-gestao-em-riacho-das-almas:-sismuriacho-convoca-paralisacao-dos -servidores-publicos-em-protesto-por-direitos-descumpridos
Vergonha na gestão em Riacho das Almas: SISMURIACHO Convoca Paralisação dos  Servidores Públicos em Protesto por Direitos Descumpridos
Foto:Cortesia.

O Sindicato dos Servidores Públicos do Município de Riacho das Almas – PE (SISMURIACHO), liderado pelo presidente professor Odair José Laurentino da Silva, emitiu um comunicado crucial à comunidade. Em uma Assembleia Geral Extraordinária em 5 de junho de 2024, os servidores municipais decidiram, por unanimidade, realizar uma paralisação de 24 horas em 18 de junho de 2024, a partir das 8:00h.

Este ato de protesto visa trazer à luz diversas questões essenciais para o funcionalismo público e a população de Riacho das Almas:

Descumprimento das Leis Educacionais
Desde 2022, a Lei do Piso do Magistério, o Plano de Cargos e Carreira do Magistério Público Municipal e a Lei do Novo Fundeb não estão sendo aplicadas conforme o estipulado, resultando em uma defasagem salarial de quase 30% para os profissionais da educação. Além disso, a falta de manutenção adequada dos ônibus escolares levanta preocupações de segurança após incidentes anteriores.

Desvalorização da Categoria da Enfermagem:
A não aplicação correta da Lei 14.434/2022, que instituiu o piso salarial da Enfermagem, demonstra um desrespeito à categoria, cujo papel é crucial para a sociedade.

Convocação dos Aprovados no Concurso Público de 2023: A comunidade reivindica a convocação dos aprovados no concurso público realizado no ano anterior, visando a regularização e aprimoramento dos serviços públicos municipais.

Pagamento do Incentivo Financeiro Adicional:
Exige-se o pagamento do Incentivo Financeiro Adicional aos Agentes Comunitários de Saúde e aos Agentes de Combate a Endemias, garantindo reconhecimento e justiça salarial a esses profissionais essenciais.

Diante dessas demandas cruciais não atendidas, o SISMURIACHO destaca a importância da presença da imprensa livre para amplificar o movimento de paralisação e expressar a insatisfação da comunidade riachense. Este é um chamado para a união em prol dos direitos e da valorização dos servidores públicos e, consequentemente, de toda a população de Riacho das Almas.

Fonte: www.caruaru24horas.com.br