Blog

“Emergência de 24 horas do hospital de Gravatá só serve para os turistas”, implode Zé da Saúde durante reunião na câmara

img 2325

” data-image-caption data-medium-file=”https://i0.wp.com/pernambuconoticias.com.br/wp-content/uploads/2024/06/IMG_2325.jpg?fit=600%2C338&ssl=1″ data-large-file=”https://i0.wp.com/pernambuconoticias.com.br/wp-content/uploads/2024/06/IMG_2325.jpg?fit=696%2C392&ssl=1″ tabindex=”0″ role=”button” src=”https://i0.wp.com/pernambuconoticias.com.br/wp-content/uploads/2024/06/IMG_2325.jpg?resize=696%2C392&ssl=1″ alt=”img 2325″ data-recalc-dims=”1″>

Foto: Clebson Amsterdan

Com um tempo recorde de 20 minutos usando a tribuna da câmara, o vereador Zé da Saúde (PP), novamente externou toda sua insatisfação diante diversos pontos determinantes do governo do prefeito Joselito Gomes (PP). Inicialmente Zé da Saúde falou sobre as pautas apresentas pelo Partido Progressista, e envolvem diretamente Gravatá.

Zé deixou claro que não usa a tribuna da câmara para falar da gestão, mas da dificuldade de algumas demandas serem atendias pelo governo. O parlamentar apelou para que o prefeito assine um termo de compromisso com o PP para ser criada a Casa Azul, mesmo que atualmente não tenha disponibilidade para executar o serviço no município. A Casa Azul vai ajudar crianças e adolescentes com a síndrome autista. Ele citou que atualmente muitas crianças com esse quadro precisam viajar para outras cidades, já que o município não conseguiria atender toda a demanda.

O parlamentar também solicitou que o governo municipal dê início a construção de uma maternidade, pedido que já foi formalizado pelo vereador Léo do AR (PP), mas que até agora não saiu do imaginário e do desejo do povo.

Zé da Saúde pontou gentilmente que os colegas da base aliada não levem informações distorcidas para o palácio municipal, pois ele seria a voz do povo. Para o vereador, esta “voz do além” que faz enredo na prefeitura leve apenas informações verdadeiras.

Outro apelo de Zé da Saúde foi novamente a abertura da Urgência e Emergência do Hospital Doutor Paulo da Veiga Pessoa (HDPVP), que atualmente só funciona durante 12 horas. Zé disse que o hospital só funcionou durante 24 horas no final de semana do período junino, contemplando apenas os turistas. Ele disse que o hospital precisa funcionar para o povo da cidade e não apenas para o turista.

Ainda sobre a pauta da saúde, Zé disse que o município não tem mais UTI. Segundo ele, deste que se iniciou a reforma do hospital, a cidade parou de oferecer UTI. A reforma, que deveria durar apenas dois meses, já ultrapassou o segundo semestre do ano. Antes Gravatá possuía 20 leitos de UTI, depois passou para 10, e agora não oferta nenhuma UTI. O vereador disse que as demandas de UTI estão sendo enviadas para outras cidades com os serviços intensivos.

O parlamentar também pontou que foi o deputado federal Eduardo da Fonte (PP) quem destinou R$ 1 milhão de reais para reforma do hospital, assim como outros recursos usados para melhoria de estradas e ruas do município.

Sobre a saúde animal: Zé da Saúde quer a abertura da Clinica Veterinária. Foi através dele que o município recebeu R$ 200 mil reais iniciar os serviços do espaço animal. A obra deveria ter sido entregue desde o dia 29 de março, mas até agora não ocorreu. Um novo prazo foi dado para que a clinica animal fosse aberta: 30 de junho, no próximo domingo.

Fonte: pernambuconoticias.com.br