Blog Caue Rodrigues

Carnaíba: As piores estradas e os melhores salários

carnaiba:-as-piores-estradas-e-os-melhores-salarios
Carnaíba: As piores estradas e os melhores salários

Do Jornal Portal do Sertão

Na terra onde os buracos nas estradas competem com os salários exorbitantes, Carnaíba nos brinda com mais um espetáculo de gestão pública. Sim, estamos falando de uma cidade onde as máquinas quebradas viram atração em postos de combustível e o dinheiro público parece brotar supostamente em alguns bolsos seletos.

As estradas rurais de Carnaíba têm mais crateras do que a superfície da Lua. Enquanto isso, um personagem brilha no cenário local: Walber Vinícius de Lima. Este felizardo já ocupou a curiosa posição de “acompanhante de máquinas pesadas na manutenção de estradas de Carnaíba ” – um trabalho aparentemente tão crucial que lhe rendeu entre R$ 3.900,00 e R$ 6.825,00 por mês. Agora, ele mudou de função e atua como almoxarife da prefeitura, chegando a receber no mês de maio desse ano R$ 6.823,00. De 2021 até agora esse prestador de serviços já levou dos cofres públicos cerca de R$ 174.000,00.

Vamos colocar em perspectiva. O salário de Walber como almoxarife é bem mais robusto do que o pago a seus colegas em São Paulo e Recife. O piso nacional para a função é de R$ 1.873,93. Em Carnaíba, ele ganha mais do que o Secretário de Infraestrutura, que recebe “apenas” R$ 3.500,00 mensais. Parece que em Carnaíba, o cargo de almoxarife tem um charme especial.

Enquanto isso, a população amarga com desemprego e estradas intransitáveis. O que é mais revoltante? Ver os recursos públicos escoarem para “super-salários” ou tentar entender como um acompanhante de máquinas pode valer tanto? Talvez ambos.

Com os R$ 174.000,00 pagos a Walber, Carnaíba poderia ter investido em uma nova retroescavadeira, melhorando a infraestrutura das estradas que estão em estado de calamidade. Mas quem precisa de máquinas funcionando quando se pode ter um almoxarife bem pago, não é mesmo?

As denúncias sobre esses salários questionáveis não param de crescer. A população está cansada, e é mais do que necessário que os órgãos de fiscalização façam seu trabalho. Afinal, em Carnaíba, a ironia e o sarcasmo só mascaram a triste realidade de uma gestão pública que precisa de uma verdadeira reforma.

Fonte: blogdocauerodrigues.com.br